24 de outubro de 2017

Apala faz um apelo público ao vice-governador Luciano Barbosa

Segundo dona Rosa, uma personagem tão admirada pelos alagoanos, ela já tentou, oficialmente e por três vezes, ser atendida no seu pedido reiterado a Barbosa

blog atende a um apelo justíssimo feito ontem pela presidente da Apala – Associação dos Pais e Amigos dos Leucêmicos -, Rosa Fernandes. (A entidade assume um trabalho que haveria de ser feito pelo poder público.)

Ela disse que vem tentando há mais de dois anos convencer o vice-governador (no exercício) e secretário de Educação, Luciano Barbosa a “devolver” à entidade a professora cedida pelo Estado, e que trabalhava na entidade atendendo às crianças em tratamento:

– Ela fazia um ótimo trabalho, mas o secretário, quando assumiu, mandou que ela deixasse a Apala, retornando à secretaria que ele comanda.

Segundo dona Rosa, uma personagem tão admirada pelos alagoanos, ela já tentou, oficialmente e por três vezes, ser atendida no seu pedido reiterado a Barbosa, “mas ele diz que não tem pessoal necessário para nos ceder nem ao menos um monitor”.

Até mesmo, continua, “o secretário da Fazenda, George Santoro, já manifestou o seu desejo de nos ajudar, quando visitou a nossa sede. Mas nem ele conseguiu nos atender nessa demanda”.

A professora que trabalhava com os pacientes atendidos pela Apala havia sido cedida pelo ex-secretário da Educação Rogério Teófilo, atual prefeito de Arapiraca.

Dona Rosa Fernandes lamenta que a entidade tenha de destinar parte dos recursos arrecadados no McDia Feliz com o pagamento de uma profissional para ensinar às crianças em tratamento de câncer: “O nosso objetivo era investir cada vez mais no diagnóstico precoce”.

O apelo está feito.

Texto disponível em:no blog do jornalista Ricardo Mota

http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2017/10/24/apala/

Um Comentário em “Apala faz um apelo público ao vice-governador Luciano Barbosa

Alian Batinga da Silva
29 de outubro de 2017 em 00:24

boa noite!

Sempre peço ao meu bom Deus para me orientar em fazer um trabalho com as crianças da APALA, faz muito tempo, ainda quando era no bairro da Pitanguinha, aguardoinformação sobre os dias de visita.
Tenho desejo de ajudar na área pedagógica as crianças da APALA, como voluntaria , sou pedagoga e especialista em psicopedagogia, se houver interesse pelo meu trabalho como voluntária me comunique, ficarei feliz.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *