18 de abril de 2019

Câncer infantil pode ter boas chances de cura se diagnosticado no início

Se receber a notícia de que você está com câncer já é difícil, imagina saber que há um filho, neto, sobrinho, afilhado, que ainda é criança, com a doença

 

 

POR: CAROLINE PAULART

Se receber a notícia de que você está com câncer já é difícil, imagina saber que há um filho, neto, sobrinho, afilhado, que ainda é criança, com a doença? Essa é uma situa­ção que muitos pais enfrentam, mas, com o avan­ço da Medicina, a esperança da cura e o diagnósti­co precoce, muitas crianças podem ser salvas.

 

Segundo a Dra. Ana Paula Pedro Bom, mé­dica hematologista e cancerologista pediátrica, ainda não há estudos conclusivos sobre que pode causar o câncer infantil, mas há suspeitas de que agrotóxicos ou poluição sejam fatores influencia­dores. “Os casos mais recorrentes nas crianças são as leucemias, tumores que atingem o Sistema Nervoso Central e os linfomas. Há sintomas que podem ser comuns a todos os pacientes, que in­cluem indisposição, palidez, perda de peso, cansa­ço e febre persistente sem causa aparente. Esses casos devem ser investigados com mais cuidado pelo pediatra ou, preferencialmente, encaminha­do a um hospital ou especialista que possa dar um suporte.”

Fonte: Folha de Campo Largo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *