24 de novembro de 2020

Combate ao câncer infantil: Apala alerta para os sintomas da doença

No dia de conscientização, instituição fala da importância do diagnóstico precoce

Nesta segunda-feira, 23 de novembro, é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil. A data ajuda a chamar atenção para um grupo de doenças oncológicas que, apesar de raras, ocupa o primeiro lugar na causa de óbitos entre crianças e adolescentes no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Dentre os tipos de câncer, a leucemia é o mais comum em crianças, seguido de tumores do sistema nervoso central e linfomas.

A doença em crianças e adolescentes é considerada mais agressiva e se desenvolve rapidamente. No entanto, os pacientes infantis são os que melhor respondem ao tratamento e assim, possuem mais chances de cura se comparado com o público adulto. Por esse motivo, no Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil é importante alertar para os sintomas que a doença pode apresentar em crianças e jovens de 0 a 19 anos. Quanto mais cedo o tratamento oncológico for iniciado através de um diagnóstico precoce, mais vidas poderão ser salvas.

Em Alagoas, o cuidado com as crianças de baixa renda submetidas a esse tipo de tratamento é feito pela Associação dos Pais e Amigos dos Leucêmicos de Alagoas (APALA). Com uma atuação de 27 anos em Maceió, a instituição realiza, por semana, uma média de 200 atendimentos. No ano de 2019 foram quase 700 assistidos que através das facilitações receberam atendimento odontológico, psicológico, de serviço social e refeições diárias na sede da instituição.

De acordo com Luiza Cabral, coordenadora de projetos da Apala, é através do referenciamento do paciente à casa de apoio que a instituição busca amparar o assistido socialmente. “Nós ofertamos benefícios, tais como, cesta básicas como forma de minimizar a vulnerabilidade social das famílias, custeamento de medicação como suporte para o tratamento, fraldas descartáveis para crianças e adultos em situação de internamento hospitalar, transporte institucional realizando o transfer dos assistidos ao hospital de referência. Há também a oferta de hospedagens para os pacientes oriundos dos municípios de Alagoas.”

A Apala também realiza o encaminhamento para a rede de atenção dos municípios e assessora os acompanhantes acerca dos processos de judicialização para acesso aos medicamentos de alto custo, além de realizar agendamento de consultas e procedimentos.

 

Conheça e saiba como identificar os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil:

  • Dores de cabeça
  • Ânsia e vômitos
  • Febre
  • Brilho branco nos olhos (pode ser identificado em fotos com flash)
  • Caroços
  • Tontura e palidez
  • Manchas (sem machucado)

Muitos desses sintomas são semelhantes aos de várias doenças infantis comuns, mas, se eles não desaparecerem em um prazo de 7 a 10 dias, é necessário o retorno ao médico e pedir por um diagnóstico mais detalhado com exames laboratoriais ou radiológicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *