3 de fevereiro de 2021

Apala e Corpo de Bombeiros de Alagoas realizam atividades lúdicas para assistidos nesta quarta-feira (04).

Crianças acompanhadas pela instituição visitam sede da CBMAL em passeio especial que promove o conhecimento e uma folga dos dias de tratamento intensivo

Passeio especial começa as 9h e vai manter todos os cuidados para evitar contágio pelo Coronavírus.

A parceria que a Associação dos Pais e Amigos dos Leucêmicos de Alagoas (Apala) fechou com o Corpo de Bombeiros de Alagoas (CBMAL) foi certeira em promover conhecimento de uma maneira lúdica e diferente para os assistidos.

 

Durante o dia, as crianças em tratamento oncológico terão a chance de conhecer o prédio em que os bombeiros realizam todas as funções, inclusive as que chamam mais atenção dos pequenos como o famigerado carro de combate a incêndios. Na ocasião, os oficiais também irão levar as crianças para um passeio na viatura e pela instituição, apresentando todos os ambientes.

 

A ideia da atividade é promover uma pausa dos dias cansativos de tratamento no combate ao câncer, pois as crianças podem ficar muito exaustas após as sessões de quimioterapia. Para a Apala promover o bem estar dos seus assistidos e famílias é ir mais além do que oferecer os serviços de assistência diariamente, a visão da instituição é fazer a vida da criança com câncer melhor possível, em todas as esferas.

 

De maneira segura e com monitoramento atento dos bombeiros, os pequenos embarcam em um ônibus do CBM partindo da Apala às 9h e vão em direção ao bairro do Trapiche onde fica localizado o quartel. De acordo com o cronograma de atividades previsto para o dia, ainda irão acontecer atividades como instrução sobre trotes e vão conhecer o famoso poste por onde os oficiais descem quando há uma emergência além de poder acionar sirenes.

 

Para o final das atividades, o Corpo de Bombeiros ainda vai oferecer para as crianças presentes um lanche nutritivo para repor as energias de um dia cheio de diversão. Os pais dos assistidos também poderão adentrar a instituição para acompanhar o passeio e estarão presentes desde o início do dia. Ao todo, a Apala pretende limitar a capacidade para 20 pessoas, a interação deve acabar por volta das 12h onde as crianças voltam para a casa de apoio para o almoço.

 

Autor: Dimitria Pimentel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *